Anunciada seleção preliminar dos projetos de urbanização do igarapé São Joaquim, em Belém

O projeto do arquiteto Fabiano José Arcadio Sobreira foi o vencedor da etapa preliminar do concurso, lançado pela Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), e o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), com a finalidade de escolher um projeto para transformar o igarapé São Joaquim em Parque Urbano Igarapé São Joaquim.

O resultado foi anunciado na tarde desta segunda-feira, 4, em evento virtual, transmitido pelos canais das instituições no Youtube (Youtube IAB e Prefeitura de Belém no Youtube). Para tomar a decisão o júri, composto de arquitetos de várias instituições locais e nacionais, analisaram se o projeto inclui aspectos nos eixos ambiental, mobilidade e acessibilidade urbana, social, econômico e a arquitetura da paisagem, como previsto no edital.

Fabiano José Sobreira é de Brasília e atua na GSR Projetos e Consultoria. O segundo lugar selecionado é do arquiteto Duarte Vaz, da empresa Embya Paisagismo, do Rio de Janeiro. O terceiro, é o arquiteto Frederico Rabelo, de Goiás.

“Foram as ideias em torno da cultura popular, participação comunitária, a música, a literatura do Pará, de Belém, que inspiraram a elaboração do projeto, que faz uma imersão também nas raízes ribeirinhas do povo da cidade”, revela o arquiteto Fabiano José Sobreira

Projetos de qualidade

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, acompanhou o anúncio da seleção preliminar dos projetos e disse que o júri reconhece a qualidade do trabalho feito pelos profissionais participantes na arquitetura e urbanismo nacional.

“Tenho certeza que o resultado desse concurso vai mudar a vida para melhor do povo do Estado do Pará e da cidade de Belém”, destaca a presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil, Maria Elisa Baptista.

O concurso, que tem como coordenador Luiz Fernando, do IAB, tem como objetivo a requalificação urbana, ambiental e da arquitetura da paisagem da área do entorno do igarapé, passando por 20 bairros da capital paraense.

O projeto também prevê a criação do Parque Igarapé São Joaquim, que terá área de 6,48 hectares e 4,6 km de extensão. Toda a obra está orçada em R$ 160 milhões e deve passar por licitação ainda este ano. A expectativa da Prefeitura de Belém é que as obras sejam iniciadas no primeiro semestre de 2023.

Resultado final

18 projetos de todo o Brasil e de outros países da América Latina participaram do concurso. Conforme prevê o edital, neste 4 de abril foi apresentado o projeto vencedor, de maneira preliminar, e o resultado definitivo será divulgado para a sociedade dia 28 de abril de 2022.

Como parte do comitê montado na Prefeitura para o concurso, participaram do anúncio preliminar, além do prefeito Edmilson Rodrigues, a secretária municipal de Saneamento, Ivanise Gasparim, e o coordenador de Projetos Especiais, José Andrade Raiol, além do presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Pará (CAU-PA), José Akel Fares.

O concurso – O lançamento do edital para o concurso Parque Igarapé São Joaquim na Bacia do Una foi realizado no mês de janeiro deste ano. O edital convocou escritórios de arquitetura e urbanismo de todos o Brasil para transformar a área do igarapé São Joaquim, que, por 16 anos, sofreu com o descaso, prejudicando a vida das famílias dos bairros que o córrego corta na capital paraense.

Salão de Arquitetura e Urbanismo – Durante a apresentação do projeto vencedor preliminar do concurso, o prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que durante a Bienal das Artes, prevista para ser realizada setembro deste ano, ocorrerá o Salão de Arquitetura e Urbanismo, com o intuito de fomentar a pesquisa no segmento, em Belém.

Para acompanhar todo o andamento do concurso acesse AQUI.

Aguarde o envio...